rascunhe

quinta-feira, 22 de julho de 2010


Por favor me perdoe, mas eu não retornarei para casa. Talvez algum dia você procure, e, pouco consciente, você dirá a ninguém: "Algo não está faltando?" Você não chorará por minha ausência, eu sei. Você me esqueceu há muito tempo. Eu sou tão sem importância? Eu sou tão insignificante? "Algo não está faltando?" Ninguém está sentindo a minha falta? Embora eu me sacrificasse, você não irá tentar comigo, não agora. Embora eu morresse para saber que você me ama, eu estou completamente só. Por favor me perdoe, mas eu não retornarei para casa. Eu sei o que você faz a você, eu respiro profundamente e clamo: "Algo não está faltando?" E se eu sangrar, eu sangrarei, sabendo que você não se importa. E se eu tiver que dormir apenas para sonhar com você, eu acordarei sem você lá.                        
                                                   Evanescence

ps: perdão, lívia :B

2 comentários:

Kíssila disse...

Agradeço :)
Mas nessas situações é realmente difícil achar algo pra encontrar, afinal, somos nós que escolhemos sentir isso e daqui a pouco passa, como sempre digo. Mas se pensarmos bem, até que aproveitamos bem, mas só ficamos silenciosas por PENSAR que as pessoas aproveitam mais que nós.
Enfim, melhoras pra você também. Qualquer coisa, dá um toque. :)
=*

Livinha! disse...

Ai que post emo! apoksaposkapos tá parei.
Ficou mto bom, dá pra saber o q está sentindo *-*

Ah... amei a repaginada no blog :)

;**