rascunhe

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável… 
 Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse pra baixo. No início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama…
Amor-próprio.

Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de…
Amadurecimento.

Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos. Abandonei os projetos megalômanos de futuro. Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é…
Simplicidade.

Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de me preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece. Hoje vivo um dia de cada vez.
Isso é…
Plenitude.

Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
E tudo isso é…
Saber viver!!!

 Quando eu me amei de verdade descobri o verdadeiro significado da palavra: Felicidade!

Um comentário:

guTo.cariellO disse...

olá querida! tudo bem? obrigado por visitar o blog e comentar lá tb!
um Feliz Natal p vc! xD