rascunhe

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Há muito tempo que não escrevo. Que não digo nada além de apenas coraçõezinhos floridos por aí. E nesse meio tempo venho crescendo, pessoalmente e, digamos que profissionalmente também. Ocorreram tantas oportunidades, tantos altos e baixos que às vezes vejo a pequena necessidade de não escrever mais aqui. Como também vejo a grande vontade de desabafar por aqui. É um pouco que confuso, pois vejo textos que parecem clichê mas textos que fico pensando: "Como consegui pensar nisso para escrever? De onde veio tanta inspiração?". É algo meio aberto. Não sei se farei outro blog para tratar de envolvimentos mais para a faculdade, ou se misturo tudo aqui. Porque é assim que eu sou: uma mistura de choro dentro do riso, de felicidade em meia tragédia, de imensidão em pleno vazio. Venho buscando inspiração, de um jeito de voltar para cá ativamente, mas o cansaço tanto físico como mental tem que bloqueado bastante. Mas é isso aí: vão acabar vindo textos aleatórios, a vontade de criar outro blog, tanto como um de história (é, meu livro acabou ficando um pouco pra trás), como de estudante de engenharia. Só terei uma única certeza: esse blog nunca será excluído, pois ele me ajudou muito a crescer, a pensar, a escrever, a tentar não mudar tanto de assunto no meio do caminho, enfim. Foi bom, e espero que continue um dia.

Um comentário:

Vítor! disse...

AOOOOOOOOI Semen, AOSFHAOISHFIASHFOIASOIFHASHIFHAS, Parabéens pelo dia do ÍndiPERA AOSFHAOISHF

Brincs, parabéns, tudo de ótimo, tudo de feliz e vai que é tua OAISHFIOHAS